A Peculiar

16/04/2017

Carrie, A estranha 1976 [Filme]


Juro que tentei achar imagem melhor para ilustração, mas o resultado foi "não achei" rs. Quem nunca assistiu ou pelo menos nunca ouviu falar de "Carrie, A estranha"? Lembro que a primeira vez que assisti foi no SBT, e recentemente como li o livro, achei legal rever o filme qual não me recordava muito. Apesar do sucesso do filme em 1976 e ser considerado um clássico o filme é julgado como "bizarro" e "ridículo", eu não o vi assim. Achei que a história de Carrie passou uma mensagem bastante clara sobre bullying e como pode ser difícil ser um adolescente com uma família conturbada, no caso a mãe de Carrie.


A história se passa em 1976 em uma escola aparentemente comum, Após o turno de ginastica as meninas se recolhem no vestiário para se limparem do suor. Como todo vestiário feminino as jovens falam riem e até mesmo andam nuas sem se importar, porém ainda dentro de um dos chuveiros encontra-se Carrie que ainda está se banhando mas fica assustada e perplexa quando vê sua mão sua de sangue, Sem saber o que está havendo consigo ela sai do chuveiro para pedir ajuda as meninas que riem e tacam absorventes nela que assim reco-a de volta para o chuveiro e ali é humilhada, não por uma mais sim um grupo de meninas que permanecem a tacar absorvente e gritam entre risos "tape isso". O barulho chama atenção da professora que entra e vê Carrie sangrando, acuada no canto da parede coberta de absorventes, mesmo com a professora ali algumas meninas continuam a rir. Assim a professora tenta a calmar a jovem e descobre que era a primeira vez que ela havia menstruado e nem mesmo sabia que isso acontecia com meninas moças e por isso havia se desesperado. A professora então a encaminha para o diretor que acha estranho uma jovem da idade dela não saber que mulheres menstruam, mas com pouca persistência o diretor a dispensa, para ir pra casa. A professora se mostra doce e gentil, mas o diretor persiste em dizer o nome da menina errado o que a faz ficar irritada e derrubar o cinceiro.  (sorry o erro de português aqui rs)


Chegando em casa ela se depara com sua mãe, que ao invés de ficar feliz de sua filha se tornar mocinha a condena ao pecado, que a marca do sangue é sinal de pecado da mulher condenação e outras coisas mais, assim a prende em um pequeno armário e manda que reze e peça perdão a Deus e talvez assim fosse poupada do pecado. O filme deixa claro que mãe de Carrie é uma fanática religiosa é alinha tudo ao pecado. A professora sendo justa então reúne as meninas que participaram da brincadeira de mal gosto, e as intimidam fazer atividades de ginastica estendida ou não irem ao baile de formatura, claro que elas escolhem a ginasticas porém uma com relutância aceita. Quando todas já estavam praticamente exaustas uma aluna chamada Nancy Allen, diz que não vai concluir o exercício e que isso era abuso de poder, entre uma discussão ela manda a professora se ferrar que então determinar que Nancy fora do baile. Não deixando barato ela convence seu namorado Billy Nolan após uma após uma bocotada  no carro (sexo oral, não mostrado diretamente) a se vingar de Carrie White. Carrie começa a procurar sobre os seus poderes na biblioteca da escola, o que acaba lhe ajudando.


Sue Snell uma das meninas qual participou da brincadeira de mal gosto se arrepende tenta se redimir pedindo ao seu namorado Tommy Ross convidar Carrie para ir ao baile, com um pouco de relutância Carrie aceita  o que lhe da animo e forças para tentar se entrosar com o restante dos jovens. Mas bem diferente de Sue Nancy ainda guarda raiva de Carrie  e trama um plano malicioso e ridículo, eles invadem uma fazenda de porcos e matal brutalmente o animal recolhendo seu sangue... em um certo momento eles implantam um balde cheio de sangue acima do palco escolar. Quando chega a noite do baile Carrie está totalmente diferente do que os alunos costumam ver ela no dia-dia. Sua mãe implora para que não vá, que iriam rir dela. Quando sua mãe tenta agarrá-la, Carrie usa seus poderes de telecinesia e joga sua mãe na cama, e diz que não demoraria a voltar para casa. Sem perceber sua mão sussurra algo como "bruxas devem morrer".


Ao chegar no baile Carrie está nervosa mas ao poucos e com muita paciência o rapaz consegue tirá-la para dançar. Suell decide ir ao baile apenas para ver como Carrie e Tommy estariam, e fica apenas observando na calada. Nessa parte o filme demostra uma menina doce e gentil que é Carrie, mas para sua surpresa ela e Tommy são coroados rei e rainha do baile, mas eles nem desconfiam que a votação foi alterada. Quando são coroados Suell percebe o balde balançando sobre Carrie e a professora arrasta Suell para fora do baile sem deixar que explicasse nada (acredito que aprofessora achou que Suell se arependeu de não ter ido ao baile e iria fazer algum escândalo), a professora tranca a aluna do lado de fora. E então Carrie é banhada de sangue em frente de sua turma, onde automaticamente alguns alunos começam a rir. A reação de Carrie é perplexa e de choro, Tommy se irrita e gesticula "quem fez isso?" mas o balde cai em sua cabeça dando um golpe certeiro para sua morte. Enquanto todos riem Nancy e seu  Billy saem do baile, e a voz de sua mãe vem na sua mente "todos irão rir de você" e ela vê todos rindo, a cena mostra que nem todos riem mas em sua visão todos debochavam dela.  A tela é dividida em duas cenas, onde você vê a face de Carrie que fica estranha, e das pessoas morrendo. Ela mostra a força do seu poder, pessoas morrem esmagadas, eletrocutadas, afogadas nem mesmo a doce professora escapa.










Quando praticamente todos estão mortos e o baile está em chamas, ela sai pela porta da frente ela segue seu caminho até em casa, ela se depara com os autores da brincadeira de mal gosto, qual ela também não poupa de sua fúria. Ao chegar em casa encontra vela por todos os lados. A jovem vai se limpar e ao sair sia mãe a chama para rezarem juntas. Carrie triste pelo ocorrido aceita e pede perdão a mãe, sua mãe abraça e apunha-la pelas costas. Para se proteger ela é obrigada a matar sua mãe, a casa misteriosamente (o que não compreendi) começa a cair e ela arrasta sua mãe já morta para o armário, ela abraça sua mãe e aparentemente desmaia (ou morre, não deixa claro). A cena é trocada brutalmente e aparece Suell na grande cratera onde anteriormente era a casa de Carrie, ela coloca as flores perto da placa dizendo "Vende-se" onde está pinchada com a frase "Carrie White queime no inferno!"Ao por o boque de flores uma mão ensaguentada surge do chão segurando a mão de Suell. A cena muda outra vez onde Suel está gritando e se debatendo e sua mãe a segura com força. Suell fica louca com os acontecimentos, sendo atormentada em seus sonhos, mesmo que tenha tentado fazer o correto. Talvez Carrie realmente nunca devesse ter ido ao baile de formatura. 



Como disse no inicio da postagem não achei o filme ruim nem ridículo, e não achei Carrie estranha tirando a expressão que faz quando está mantando todo mundo. É triste afirmar que mesmo com sua morte ela continuaria sendo zoada como a estranha o que é comprovado com a placa onde era sua casa. Muitas vezes o bullying a raiva cresce e se alastra de tal forma que até mesmo a vitima pode se tornar o ruim da história, se retirar o fato de Carrie ser telepata e ser uma garota comum zoada, o resultado seria se enclausurar ou passar a fazer bullying com mais fracos que ela. O filme também retrata que sua mãe era uma jovem linda e em ao se envolver com um homem engravidou e viu aquilo como um pecado, uma criança nascida do pecado dela e por isso de prender Carrie, não queria que a filha cometesse o mesmo erro, mas fazia isso de um modo errado. Carrie se mostra ser uma boa filha e que poderia ser uma boa amiga, mas o que faltava para ela conseguir isso? Talvez um pouco de amor humano nos jovens do tempo de hoje e sempre. Juventude é uma fase bonita e cheia de descobertas boas e ruins, mas o jovem também é um ser mesquinho e pode ser muito cruel. 


O filme original de 1976 obteve duas remakes uma em 2002 e a mais recente em 2013. Também teve um filme expirado em Carrie mas não foi classificado com uma ramake por ser bem diferente do do original. De todas as Carries Whites a de 1976 foi que se mostrou menos agressiva na cena desastrosa do baile. Em uma das remakes Carrie até segue para matar até o último aluno, que utilizou até discos para matar... enquanto o original ela só move as coisas e devido ao corre, corre água no chão e fio elétricos o circo foi feito. Então para mim de todas as Carries essa foi a menos maliciosa em sua fúria. Para mim Carrie White de 1976 sera eternamente a rainha do baile.

Carrie 2002 (Ler Review)

Classificação:

2 comentários:

  1. Essa atris é muito lindinha! Se ser estranha e ter poderes, queria ser estranha! rs Séria muito legal, iria botar terror nas patricinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também a acho muito linda. rs Eu concordo com você. Talvez se ela estive-se na série Scream Queens, seria uma das Chanels e já teria dado cabo do Demônio vermelho rs.

      Excluir

▪ Leu a postagem e gostou? Deixe um comentário feliz.
▪ Não use palavras de baixo escalão.
▪ Comentários de mau gosto, não serão publicados.
▪ Quer afiliação? Pode pedir por aqui mesmo.
▪ Aceito pedido de postagens.
▪ Não peça "seguindo, segue de volta?", deixe o link de seu blog. Eu irei visitar se eu gostar eu seguirei.