A Peculiar

26/05/2017

Final Girl [Filme]


Hey! Hey guys! Quem lembra da pequena e meiga Miss Sunshine? Pois bem ela cresceu e encarnou uma personagem sexy e perigosa... Bom, pelo menos foi isso que tentaram fazer no decepcionante e pretensioso Final Girl. Lançado em 2015 dirigido por Tyler Shields e tendo o roteiro de Adam Princea. O filme atualmente esta disponível no catalogo Netflix, que conta com três estrelas.  Para ser honesta o filme me decepcionou... algumas citações recolhi de outros sites, quais deixei os devidos créditos.

"Antes de qualquer coisa, é válido falar sobre o curioso título do filme: Final Girl. Esse termo foi concebido por Carol J. Clover em seu livro “Homens, Mulheres e Motosserras: Gênero no filme de terror moderno” de 1992, que se refere àquelas mocinhas sobreviventes de filmes de terror. Querendo saber mais a fundo sobre o assunto, é só procurar o livro e ler. Aqui, no filme em questão, a ideia é subverter essa posição de vítima potencial, colocando-a como isca para enfim pegar os assassinos de jeito." -  Toca do Terror



O filme inicia-se com uma pequena menina chamada Verônica sendo interrogada por um homem em uma especie de teste. Em seguida mostra que a mesma é órfã e não se importa com isso, nem mesmo criticando a morte dizendo apenas algo como "pessoas morrem todos os dias...". Aqui damos um salto no tempo, treze anos se passam e agora Verônica é uma linda jovem, de olhos azuis e cabelo perfeitamente penteado e de aparência delicada.  A mesma ainda vem sendo submetida a uma espécie de treinamento, no qual o mesmo homem de antes, agora com cabelo raspado, vem tentando transformá-la em uma maquina de matar (ou quase isso), a jovem não mostra hesitação exceto quando é necessário machucar seu tutor, mestre (não sei...rs). O alvo? Um grupo de jovens bem apessoados, ricos e mimados que andam e gostam de caçar e matar garotas; de preferencia loiras, em uma pequena cidade do interior americano.


O filme explora ambos os lados da histórias tanto o lado da garota, como o grupo de vilões. Mostra o treinamento da garota e seu tutor que apesar de sério, mostra de leve um carinho a ela, como ela a ele, apesar dele repreender isso. Mostra a personalidade dos rapazes, exemplo um que é muito apegado a sua mãe, outro que gosta de garotas loiras e que muitas vezes é ele que escolhe as vitimas, enquanto outro não sai de casa sem seu machado. Essas sequências breves de apresentações dos jovens psicopatas são despojadas e cheias de maneirismos visuais, fazendo contraste com as cenas do lado da vingadora que tem um tom mais sóbrio e melancólico.


Mas para frente nossa vingadora consegue se infiltrar no grupo dos rapazes, ele a conduzem no carro em alta velocidade enquanto quebram placas da estrada com um taco de basebol. Os rapazes finalmente param o carro e  Verônica se depara com uma floresta, eles prometem que haverão outras garotas e que chegarão cedo etc... Porém é que não tem mais ninguém ali, além deles e ela. No intuito de se divertirem eles propõem um joguinho de consequência ou consequência, no qual acaba revelando alguns psiques dos maniacos. Entre esse jogo a alguns diálogos desinteressantes e condutas realmente exageradas que chegam a ser ridículas... e foi ai que me perguntei "que droga é essa?"   


Depois de alguns minutos de papo, eles anunciam realmente porque de estarem ali. Que ela deveria correr para salvar sua vida, não que tivesse muitas chances.  Verônica finge não acreditar e estar assustada, ela corre para dentro da floresta exatamente como eles querem, era ai que pensei, agora a coisa ficou séria, agora vai! Mas não... não vai...  é ai que piora de verdade... o filme simplesmente desanda. Como já havia falado que os personagens dos rapazes era um tanto exagerados, nesse auge do filme, eles sacodem a cabeça para todos os lados feito loucos com a linguá para fora (praticamente isso), sem senso. 


Luzes, muitas luzes claras surgem entre algumas arvores, não sei se foi uma tentativa de fazer uma fuga diferente em uma floresta, não ficou feio mas também não ficou profissional. Alguns closes do filme faz parecer um ensaio fotográfico, o que realmente ficou lindo, e deixou claro que o diretor pensou bem no visual, mas só isso não basta para ser um bom filme. Porém a pesar de tudo, há uma um pequeno plot twist que funciona naquele momento, mas que não chega a salvar o filme de sua mediocridade.


Achei o gráfico do filme lindo! A melancolia que passa, mas os  diálogos são fracos... e algumas vezes desnecessários, os personagens dos rapazes exagerados, o filme também não explica o porque de Verônica e seu tutor irem matar o grupo de jovens, se são somente vigadores ou contratantes, no inicio do filme é revelado que a família de seu tutor foi assassinada e quer vingança, porém Verônica era uma menininha o que é impossível o grupo de rapazes serem responsáveis por isso. És que fica a questão. 

Créditos: Toca do Terror

Classificação:

Um comentário:

  1. Eu até tinha visto a capa do filme na netflix, mas depois da sinopse desisti de ver hahaha, eu gosto de filmes neste gênero mas a crítica não foi muito boa.. Quem sabe eu possa ver só para desencargo de consciência né?

    Beijos more <3

    ResponderExcluir

▪ Leu a postagem e gostou? Deixe um comentário feliz.
▪ Não use palavras de baixo escalão.
▪ Comentários de mau gosto, não serão publicados.
▪ Quer afiliação? Pode pedir por aqui mesmo.
▪ Aceito pedido de postagens.
▪ Não peça "seguindo, segue de volta?", deixe o link de seu blog. Eu irei visitar se eu gostar eu seguirei.