A Bruxa /The Witch [Filme]


Olá leitores, como estão? Hoje venho falar sobre um dos filmes mais mencionados de 2015 e 2016 "A Bruxa" ou The Witch em inglês, seu gênero foi considerado Terror Psicológico, porém o comparo mais com um horror, apesar de alguns não saberem a diferença.  O filme foi dirigido por Robert Eggers que ambientou muito bem o filme, em uma entrevista afirmou que fez uma profunda busca em jornais do século 17, livros (diários) supostamente escrito por bruxas, curandeiras e puritanos da época. Tudo para ajudar a ambientação e clímax do filme. O filme recebeu grandes elogios como o de Stephen King. Antes mesmo do seu lançamento o filme já havia ganhado o premio "Sundance".


A história se passa no século 17 na década de 1630. Só para deixar claro a história não se passa na Idade Média, mas sim na Nova Inglaterra em plena formação dos Estados Unidos. A história conta sobre uma família que após serem expulsos da colônia, aparentemente eles saem rapidamente após seu  julgamento, todos saem juntos mas somente Thomasin olha para trás e hesita algum tempo antes de seguir sua família. Eles são expulsos pela visão religiosa extremista, que é tão grande que vai de desencontro com a própria religião. Assim a família parte em busca de busca de um pedaço de terra para sobreviver, adentrando a floresta, algo extremamente proibido e perigoso. Dias e noites se passam e finalmente William (pai) decreta que encontram um lugar para viver "a terra prometida deles", uma clareira nas margens de uma floresta desconhecida. Ali plantariam, morariam e exerceriam seu amor e temor a Deus. Porém não é exatamente isso que acontece. Como vi escrito em um site "Se Jó tinha uma propriedade farta, a família em “A Bruxa” é o contrário. - Cronologia do Acaso."

O William (pai) decide que fará a terra frutífera, onde começa a plantar e levantar a casa. Porém a terra é árida e não oferece alimento. Thomasin em certo momento do filme diz para o seu pai que ele é um péssimo caçador, que ele só sabe cortar madeira. Sua mãe Katherine (mãe) dá a luz a mais uma criança o bebê se chama Samuel (Sam), sendo o quinto filho. Katherine  pede a Thomasin para tomar conta do bebê por um momento sendo assim ela deita o bebê em uma manta no chão e começa a brincar com ele. O momento é lindo! Ouvir o risinho do bebê, mas Sam desaparece em instantes bem na frente de  Thomasin. Ela corre para a floresta em busca do bebê mas foi em vão. A culpa é claro caiu sobre a jovem que não tem formas de explicar o que houve. Katherine lamenta a perda do filme e se preocupa por não ter batizado o bebê assim se tornando um mundano e não podendo ser salvo.


Coisas estranhas e sem explicações começa acontecer e a culpa sempre recai sobre a jovem  Thomasin pois em todos os eventos ela está sempre perto ...pouco a pouco a família começa a ser desmembrada, mãe contra filha, filha contra pai, os gêmeos que infernizam a todos, mas ainda existe alguém ao lado de Thomasin seu irmão pré adolescente Caleb. Ao ouvir uma conversa dos pais sobre sua irmã já ter formas de mulher e arrumarem um bom homem para ela e com o dinheiro comprar alimento (isso era bem comum naquela época, mas um pesadelo para uma jovem). Sendo assim o jovem decide ir caçar, que diferente de seu pai poderia ter mais sorte, assim não precisariam levar sua irmã embora, Thomasin o acompanha mais o resultado foi desaparecer assim como seu irmãozinho Sam. Sua família, incrédula, atribui a ela todos os males do mundo. E é exatamente ai que a trama do filme começa, como sinto vontade de contar tudo até o final!  Em certos momentos do filme você se depara com a Bruxa, apesar do título ela não é o foco principal da história, pelo menos não no inicio.


Acredito que a intenção do filme é retratar sobre uma família exilada do século 17, problemas familiares de uma época que fazer um mero remédio caseiro resultava a acusação de bruxa e ser queimada em uma fogueira, ou que simplesmente por estar na hora errada no lugar errado é ser a culpada da situação em uma época que a mulher era considera o "pecado". É importante ressaltar que as bruxas, na Idade Média, eram na maioria mulheres. Essa classificação era colocada naquelas que faziam remédios caseiros, se rejeitavam a casar, eram muito bonitas e despertavam desejos em homens de famílias, enfim, tudo isso fazia uma mulher ser condenada à fogueira por ser bruxa. Elas passavam por uma série de torturas e eram obrigadas a confessar o seu amor pelo demônio. É triste dizer isso mas a ignorância é o mal do mundo naquela época e agora. Para mim é isso que o filme aborda que a ignorância pode acabar com um lar, com uma ou varias vidas.  Quando vi o filme no cinema durante todo filme, principalmente o final vi pessoas rindo e até com piadinhas sem graças, fazendo exatamente aquilo que o filme aborda ser um semente do mal. Muito não entenderam também pois o filme é muito complexo e metafórico. Acredito que pessoas que possuem uma nuance pelo século 17, casos sobre bruxas e tem algum conceito bíblico ira compreender, melhor que outros.


O filme teve tanto criticas boas como ruins, por não ser um filme realmente assustador mesmo o diretor deixando claro que não era esse o foco do filme. Não é assustar com sons ou cenas com criaturas retorcidas, mas sim a pessoa se prender a história se sentir naquela pequena casa nas margens da floresta. Foi assim que me senti, adentrei-me tão fundo que pude sentir o que Thomasin sentia. Então se desejar assistir o filme não espere um terror como Exorcista, Evocação do Mal, Poltergeist e outros. Apesar de ser classificado como um horror psicológico você não sente isso no filme, a não o ambiente claustrofóbico. Mas o classifico como um ótimo filme, que lamento muitos não entender ou gostar, mas entrou para minha lista de favoritos.

Para você quer assistiu o filme e não conseguiu entender, indico esse site que na minha opinião foi a melhor explicação e ponto de visão do filme que encontrei até recentemente: Entendendo o filme A Bruxa.

Classificação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

▪ Leu a postagem e gostou? Deixe um comentário feliz.
▪ Não use palavras de baixo escalão.
▪ Comentários de mau gosto, não serão publicados.
▪ Quer afiliação? Pode pedir por aqui mesmo.
▪ Aceito pedido de postagens.
▪ Não peça "seguindo, segue de volta?", deixe o link de seu blog. Eu irei visitar se eu gostar eu seguirei.